domingo, 16 de maio de 2010

Sonhar-te

Sonho acordar ao teu lado
não para que ao meu pulso te prendas,
talvez por ser mais adequado
e completo que acordar só apenas.
E em lugar de um sol alaranjado
queimando minha pele em tons vermelhos
Seus olhos a me sorrirem teus apegos
e perder-me em seus dedos, cabelos e afagos

Assim me realizo
ao sentir da tua boca o calor
ao respirar-te a pele e penetrar teu pelo liso
e ao puxar seus braços e cabelos com vigor
prendendo-me aos teus desejos e vícios
instalando-me em suas rotinas e prazeres
para me amar além dos teus deveres
e guiar-te além do que tenhas visto

Sonhos teus que me iludem
em que teu cheiro me envolve em essência
e tuas pernas e as minhas se confundem
trançando minha alma em tua existência,
do frio e da distância me defendem
já que há uma certa consistência
de um projeto ainda simples de alma
a viver em eterna calma
e derramar em ti toda essa carência

Mas não! Amanhece quando não se espera
e ainda sou meu próprio ente
Mas ainda assim o desejo impera
(Fecho os olhos e vejo os olhos sorridentes
teu cabelo emaranhado em meu peito como hera
e tuas pernas entre as minhas,  inda dormentes.)
Amanheceu.  Manhã vazia.
Felicidade em sonho, quem diria!
E deixo que saia um suspiro entre os dentes

A esperança de que um dia
ao acordar tu estejas ao meu lado
e por força divina, coincidência infinita
ou talvez somente o desejo febril, de fato
tu realmente estivieres ali ainda
Não sonharei nunca mais na vida
pois já estarei sonhando acordado!

Nenhum comentário:

Postar um comentário