quarta-feira, 19 de maio de 2010

Mágoa

Desespero ou desistência
raiva, dor e frustração
de onde surge a carência
e te põe nessa prisão
de um frio que não calenta
da distância que não passa
uma hora não se aguenta
e te põe em desgraça
pois não há concentração
Então desfaz o teu medo
e rasga teus sentimentos
e vence teus sofrimentos
e deixa que vá ao vento
todo aquele desalento
por culpa do teu apego

Foram feitos com cuidado
com a letra desenhada
um rascunho feito ao lado
de palavra em palavra
sílabas versos e rimas
segue a métrica bonita
com o coração partido
e o desejo de salvar
onde aquele amor perdido
talvez fosse vingar
mas agora está jogado
bem picado e espalhado
pelo vento da janela
do penúltimo andar

Nenhum comentário:

Postar um comentário