domingo, 30 de maio de 2010

Auto-ilusão

Ao ver-te
desejei-te
desajeitado
apresentei-me
sorrindo
respondeu-me
sonhando
imaginei-te
em mim
projetei-nos
planejei-nos
cultivei-nos
em ti
mingüei
caí
sumi

eu e nós
tu e ti

súbito
não percebi
desmoronei-me
sofri
até que vi
que abandonei-me
daí
arrependi-me
desconstruí-te
por que te quis
porque me fiz
infeliz
daqui pra frente
para sempre
negarei-te

Nenhum comentário:

Postar um comentário